Cama de Gato

A nossa forma de ser e estar é sobretudo construída com base nas relações afetivas que estabelecemos.

Tal como no jogo infantil: “cama de gato” o envolvimento com o outro tem sempre de existir e podemos passar de uma, para outra forma/figura interminavelmente.

O distanciamento social imposto pelo Covid vincou, quer este transmutar, quer a sua importância para que o jogo não termine!

Cláudia Soares, Psicóloga e Coach

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *